Header Ads

Últimas

Não+Pelo projeta abrir 50 novas unidades em 2019


 Em 2018, a Não+Pelo faturou aproximadamente R$100 milhões, alta de 15% em relação ao ano anterior

A Não+Pelo, multinacional espanhola de Beleza e Estética, presente em 14 países, tendo o Brasil como o maior operador da franquia, traçou uma meta de inaugurar aproximadamente 50 franquias em todo o Brasil no ano de 2019. Atualmente, a marca, que chegou ao país em 2010, sendo uma das marcas internacionais pioneiras a investir por aqui, possui 312 pontos de atendimento em todo o território nacional. Em 2018, a Não+Pelo faturou aproximadamente R$100 milhões, alta de 15% em relação a 2017.

Destaque dentre as regionais, São Paulo inicia o ano com cinco inaugurações previstas até maio. A primeira loja em 2019 será inaugurada em São José do Rio Preto, onde a marca já possui uma franquia em funcionamento. Em seguida, quatro inaugurações na capital a partir de fevereiro nos bairros Ipiranga, Freguesia do Ó, Jabaquara e Praça da Árvore. O objetivo da rede é a interiorização, uma vez que a Não+Pelo está presente em 29 municípios sem contar com a capital. 

"Desde a ABF Expo Franchising do ano passado, a Não+Pelo teve muita procura de interessados para cidades do interior. Temos em vista cerca de 20 cidades que podem receber a primeira franquia da marca. Na capital, a Não+Pelo é uma realidade. A regional São Paulo destaca-se a cada ano, e fechamos o ano passado representando 25% do faturamento da rede no Brasil", diz Thais Ramos, franqueadora master, franqueada de seis unidades e responsável por negociar com a matriz na Espanha para trazer a Não+Pelo ao Brasil. 

Os novos franqueados já estão envolvidos em algumas ações de rebranding da regional, como por exemplo, a modificação da comunicação visual das fachadas e interiores das lojas. O investimento inicial da franquia é de R$125 mil. O faturamento está em torno de R$30 mil/mês, a taxa de franquia é de R$47 mil e o prazo de retorno varia entre 18 e 24 meses.