Header Ads

Últimas

Amigos testam tempero por um ano até chegar a receita perfeita para lançar franquia N1 Chicken


Novata no mercado, a rede de frango frito levou cinco anos para ser criada e já possui 24 unidades no país

Criada em 2017, o N1 Chicken pode parecer novata para muitos empreendedores, porém seus cinco sócios passaram anos elaborando a ideia do que hoje é uma das redes de alimentação de maior crescimento do país. Rafael Matos, Victor Abreu, Luciana Sarres, Felipe Sares e Thiago Salla buscaram durante cinco anos além de outros conhecimentos, especialização em áreas como marketing, administração, programação e franchising, para que pudessem juntos concretizar a idealização do N1 Chicken.

Marca brasileira, mesmo com nomeação em inglês, o N1 Chicken se apoia em três pilares: criatividade, colaboração e simplicidade. Como o próprio nome diz, seu carro chefe é a produção de frango frito crocante, que é preparado com tempero exclusivo. “Passamos um ano testando as combinações até chegar no equilíbrio perfeito. Nosso tempero é tão secreto que apenas dois dos cinco sócios possuem a receita”, comenta Rafael Matos.

Além da especialidade da casa, o N1 Chicken oferece diversos acompanhamentos – como arroz branco, purê de aipim, polenta, aipim e batata frita – no cardápio também há bebidas, molhos exclusivos e sobremesas.

O ingresso da marca no franchising se deu após seus fundadores testarem o modelo de negócio – que foi desenvolvido com foco no delivery. Com um investimento inicial que parte de R$ 60 mil, o franqueado terá todo o apoio na implantação e desenvolvimento da unidade, além de contar com um atendimento direto com consultor para resolução de dúvidas. Além disso, o N1 Chicken oferece suporte para projeção de custos, vendas, estoque e simulação de gastos e faturamento, o que auxilia bastante o franqueado.

Há menos de um ano executando seu projeto de expansão, a rede fechou 2018 com 24 unidades. “O ano passado foi um de muito desenvolvimento para a empresa, nossa meta de crescimento era 20 unidades espalhadas pelo país em 2018, e logo conseguimos superá-la”, comenta o sócio. Para 2019, as expectativas são altas “Nossa meta é alcançar a meta de 100 unidades comercializadas”.

Segundo a ABF – Associação Brasileira de Franchising, a perspectiva para este ano é que o setor de franchising tenha uma alta de faturamento entre 8% e 10% e que haja um incremento de 5% na geração de empregos.