Header Ads

Últimas

Rede ditribui canudos de macarrão para seus clientes

Light Food Way, que viabiliza um estilo de vida saudável às pessoas, também quer deixar seu legado ao meio ambiente 

*Por: Redação

Depois da aprovação da Câmara de São Paulo, em primeira votação, na última semana, do projeto de lei que proíbe o fornecimento de canudos de plástico na cidade, fica evidente que o município está cada vez mais perto de se ver livre deste preocupante poluente. Estabelecimentos comerciais já estão se mobilizando em prol do Meio Ambiente e aqueles que não se adequarem descumprindo a lei, serão advertidos.

O problema é que canudos de alumínio vão consumir muita água, de papel também gerarão danos ecológicos. Então, o que fazer? Criada para viabilizar um estilo de vida saudável, a Light Food Way também se preocupa com a Saúde Ambiental e utiliza canudos de macarrão para que consumidores possam usufruir de seus produtos sem poluir o Meio Ambiente. A iniciativa teve início na unidade de São Paulo e se espalhou por toda rede.

Além desta ação, a marca prioriza a sustentabilidade através da reciclagem, principalmente na unidade de Santos (SP), e encaminha suas embalagens para cooperativas do ramo. O cliente que devolve a embalagem da Light Food Way higienizada também se beneficia e recebe desconto para a próxima compra que realizar. 

Criada em 2013, a Light Food Way possibilita uma boa alimentação por meio de um cardápio elaborado de maneira consciente e sustentável, priorizando alimentos naturais, sabor e qualidade. A rede oferece mais de 50 tipos de pratos, entre eles o Kit Detox, a Alimentação Completa, o Box e o Almoço Light e uma gama de alimentos naturais, orgânicos, diet, light, sem glúten, sem lactose, produtos integrais e à granel, molhos e temperos. Os produtos são totalmente naturais, livres de conservantes, podendo ser congelados.

A Com mais de 20 unidades presentes em 6 estados brasileiros, a Light Food Way é ideal para quem busca praticidade e economia ao mesmo tempo em que se preocupa com a saúde e qualidade de vida e em ter bons hábitos alimentares. “Nossa preocupação com os canudos não é de agora. Somos uma empresa que se preocupa não apenas com o bem estar e a saúde de seus clientes, mas também com o meio em que todos nós vivemos. Se todos nós, enquanto empresa e cidadãos, pensarmos e agirmos em prol uns dos outros, o mundo com certeza será um lugar melhor para se viver”, declara Marcela Gattaz, fundadora da Light Food Way.

Pelo projeto de lei, fica proibido no município de São Paulo o fornecimento de canudos de material plástico em hotéis, restaurantes, bares, padarias entre outros estabelecimentos comerciais. A lei também se aplica a clubes noturnos, salões de dança e eventos musicais de qualquer espécie. De autoria do vereador Reginaldo Tripoli (PV), o PL recebeu 41 votos favoráveis. A segunda votação só pode ocorrer 48 horas após a primeira e caso o projeto seja aprovado, segue então para a sanção ou veto do prefeito Bruno Covas (PSDB).

Para mais informações sobre a Light Food Way, acesse: http://www.lightfoodway.com.br/ .