Header Ads

Últimas

Microfranquias: confira sete vantagens e veja por que elas são boas opções de investimento

Menor risco, boa rentabilidade, setor em expansão: a área é cheia de oportunidades

*Por: Redação

Investimento inicial mais baixo, menor custo, boa rentabilidade e alternativa para quem quer começar a se aventurar no mundo do empreendedorismo. Essas são as microfranquias: redes definidas como aquelas cujo investimento inicial é de, no máximo, R$ 90 mil, de acordo com a ABF (Associação Brasileira de Franchising).

Com um start mais baixo, elas têm conseguido atrair a atenção de investidores nos últimos anos: pelo balanço mais recente da ABF, em 2018 o crescimento do setor foi de 8%. No caso da MoveEdu, maior plataforma edtech – education techonology – do país, elas têm se tornado ótima alternativa a empreendedores. Com mais de 200 microfranquias em seu portfólio, a rede tem conseguido gerar com elas uma rentabilidade cuja variação está entre 20% e 30%.

"A MoveEdu tem tido uma alta procura por investidores interessados em microfranquias, e hoje elas já são mais de um sexto das unidades totais da marca", comenta Camilo Carvalho, gerente de expansão da MoveEdu. "Outro ponto positivo é que a procura por serviços educacionais no nosso pais é muito alta e isso leva os empreendedores a olharem com mais atenção para essa demanda do setor", completa.

A seguir, confira sete vantagens das microfranquias:

Investimento inicial baixo

Embora pareça uma observação óbvia, é sempre bom ressaltar que o menor valor de custo inicial é justamente o fator que permite aos investidores tirarem o sonho do papel e, de fato, implementá-lo.

Implantação rápida

Normalmente com um menor espaço físico, as microfranquias permitem a fácil instalação de suas unidades e, assim, agilizam o início da oferta de seus serviços.

Menor custo operacional

Não só o investimento inicial é inferior ao de outros tipos de franquias, mas também o seu custo operacional é reduzido: o espaço físico menor o e o baixo número de funcionários atuando reduz custos com folha de pagamento e o aluguel do local.

Menor prejuízo para o caso de não engrenar

Mesmo com custo inicial e gastos operacionais menores, as microfranquias não deixam de ser uma maneira de investimento e, portanto, estão inseridas em um ambiente que pode sofrer impactos econômicos. O lado positivo é: diferentemente de outros investimentos, em caso de fracasso, o prejuízo do empreendedor nesse caso é menor, uma vez que o montante inicial aportado foi baixo.

Boa rentabilidade

O percentual é bom, mas depende do setor em que se atua. "No caso das marcas MoveEdu temos tido uma rentabilidade entre 20% e 30% no geral. Porém, em alguns períodos do ano e dependendo da marca, ela pode chegar a ser 50% rentável ao mês", comenta Camilo.

Porta de entrada para empreender

Por serem um investimento com custo inicial menor e com risco inferior a outros, as mcirofranquias são uma boa opção para quem está entrando na vida empreendedora. "É natural o investidor de primeira viagem cometer mais erros, por isso é importante ele estar em um ambiente cujas falhas não vão lhe custar caro, como é o caso das microfranquias", aponta o gerente.

Segunda opção de renda


Por ser um investimento menor, as franquias de baixo custo demandam menos tempo do que tradicionalmente exigem as de maior porte. Assim, é possível conciliar esse método de empreendedorismo a outras fontes de renda.