Header Ads

Últimas

Modelo home office cresce no franchising e redes que oferecem a modalidade despontam no setor

Franqueado da Acquazero, rede de serviços automotivos ecológicos, tem flexibilidade de horários e autonomia para atuar quando preferir; modelo é a solução para quem procura renda extra

*Por redação

Impulsionados pelo andamento da economia brasileira, tanto pelo lado positivo quanto pelo negativo, 52 milhões de brasileiros se envolveram com alguma atividade empreendedora em 2018, segundo pesquisa realizada pela GEM (Global Entrepreneurship Monitor) em parceria com o Sebrae.

O Brasil tem hoje 13,4 milhões de desempregados, sendo que 1,2 milhão entraram para a lista apenas durante os três primeiros meses do ano. A incerteza sobre o mercado de trabalho e o medo de perder o próprio emprego faz com que diversas pessoas recorram a alternativa mencionada acima: o empreendedorismo.

"O brasileiro é criativo, sempre dá um jeito de melhorar a situação. Se antes ter a própria empresa era visto como algo impossível, hoje é o contrário: nunca foi tão fácil", afirma Henrique Mol, diretor executivo da Acquazero, rede especializada em limpeza e estética automotiva.

Para o diretor, essa ideia de que empresa é sinônimo de grandes empreendimentos, com inúmeros funcionários e salas a perder de vista já é um conceito obsoleto, o que permitiu, em partes, o avanço de negócios home office: "É cada vez mais comum encontrar pessoas querendo trabalhar da própria casa. Seja como funcionário ou dono do próprio negócio, o conceito de home office veio para ficar", acrescenta.

O modelo home office da Acquazero

Uma das modalidades mais populares da rede é justamente o modelo home office. Nele, o franqueado presta os serviços onde for solicitado: na casa do cliente, no emprego, etc. Por não necessitar de nenhuma instalação física, o valor de investimento é bem mais acessível - na Acquazero, a modalidade sai por R$10 mil.

Segundo balanço recente divulgado pela Associação Brasileira de Franchising (ABF), as unidades home office registraram 6,7% durante o primeiro trimestre deste ano, contribuindo para o faturamento de R$41,46 bilhões do setor durante o mesmo período.

Além do baixo investimento, uma das vantagens de investir nesse modelo é a chance de poder conciliar outras atividades junto com a franquia. "É o próprio franqueado quem faz os próprios horários e não tem o menor problema manter a franquia nas horas vagas enquanto tem um emprego formal. É até uma forma de conseguir uma renda extra!", diz Mol.

Negócios home office podem ser administrados durante meio período ou durante os fins de semana, por exemplo, gerando flexibilidade de horários, independência e autonomia do franqueado na condução da empresa.

A franquia possui 80 franqueados atuando nessa modalidade e prestando os diversos serviços oferecidos, como lavagem ecológica (onde são utilizados apenas 300 ml d'água por lavagem), limpeza técnica do motor, limpeza e hidratação do couro, higienização do ar-condicionado, entre tantos outros. Com a iniciativa ecológica, a rede pretende economizar 50 milhões de litros d'água neste ano.

Sobre a Acquazero

Criada em 2009, a Acquazero surgiu no mercado com a proposta de limpeza automotiva ecológica com o uso mínimo de água (300 ml). A partir daí a marca criou mais de 15 serviços seguindo o mesmo conceito e se tornou referência no mercado sustentável automotivo. Com a imersão no franchising (em 2010), hoje a rede conta com aproximadamente 240 unidades e oferece quatro tipos de modalidades - com investimento a partir de R$10 mil. Em 2018 a Acquazero foi adquirida pelo grupo Encontre Sua Franquia, e desde então, vem sendo dirigida pelo empresário Henrique Mol.