Header Ads

Últimas

Tradicional no mercado, segmento de Alimentação tem um crescimento de 7,4% no primeiro trimestre deste ano

Dados revelados pela Associação Brasileira de Franchising mostra que comparado ao ano anterior, o segmento teve um aumento na expansão e no faturamento das unidades

*Por: Redação

Na contramão dos demais setores, o franchising se mostra uma ótima opção para quem deseja obter seu próprio negócio. Segundo dados da ABF – Associação Brasileira de Franchising – no primeiro trimestre deste ano, o faturamento do setor de franquias atingiu o número de 41,464 bilhões de reais, um aumento de 7% em comparação com o ano anterior.

A Pesquisa Trimestral de Desempenho também afirma que houve um crescimento de 2,5% na geração de empregos diretos do setor. Hoje são mais de 1.300.000 trabalhadores registrados. Segundo o presidente da ABF, André Friedheim, “a conjugação de unidades e empregos mostra mais uma vez o papel fundamental do setor na geração de postos formais”.

Dentre todos os segmentos presentes no setor, o de alimentação segue em constante crescimento se tornando tradicional no franchising e isso é comprovado uma vez que só nesse primeiro trimestre houve um aumento de 7,4% no número de unidades e 2,5% no faturamento.

Um dos fatos que colabora com esse crescimento, é que segundo o IBGE – Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística – hoje o brasileiro gasta em média 25% da sua renda com alimentação fora do lar.

As refeições prontas estão sempre em alta entre os adeptos da alimentação fora do lar e sabendo que o setor alimentício só tende a crescer, muitas pessoas passaram a investir nele como no caso dos amigos que fundaram o N1 Chicken, rede de franquias especializada em delivery de frango frito.

Depois de 5 anos de estudo e preparação, eles colocaram em prática em 2017 criando a unidade piloto, no ano seguinte iniciaram no franchising e, em menos de um ano, a rede já conta com 33 unidades comercializada.

Os sócios se preocuparam em montar um modelo de negócio que fosse compacto e com alta rentabilidade e de fácil aplicação. Hoje, uma unidade do N1 Chicken tem um investimento inicial de apenas R$ 75 mil, um valor pequeno quando se comparado a outras marcas do setor. “Acertamos no modelo de negócio e na operação 100% delivery. Prova disso é que já possuímos 33 unidades comercializadas e nossos franqueados já possuem um faturamento médio mensal bruto de R$ 60 mil”, contabiliza Rafael Matos, sócio da rede.

Neste ano, apenas o segundo no franchising, a rede busca franqueados para abrir unidades em cidades acima de 100 mil habitantes. Já a ABF projeta um aumento de 10% no faturamento e de 5% na geração de empregos nos setor.


Sobre a N1 Chicken
O N1 Chicken é uma marca brasileira, trabalha exclusivamente com delivery e se apoia em três pilares para conquistar um número cada vez maior de clientes: criatividade, colaboração e simplicidade. O carro chefe da marca é a produção de frango frito, preparado a partir de alimentos e condimentos de alta qualidade: temperos exclusivos, 100% naturais e de origem brasileira.

Ficha Técnica N1 Chicken

Ano de fundação: 2017

Início no franchising: 2018

Número de unidades próprias: 1

Número de franquias: 33

Investimento inicial total: a partir de R$ 75.000,00

Taxa de franquia: a partir de R$ 25.000,00

Adequação de imóvel e reforma: a partir de R$15.000,00

Móveis e equipamentos: a partir de R$ 20.000,00

Capital de giro: mínimo de R$ 15.000,00

Royalties: R$ 1.100,00 fixos mensais

Taxa de fundo de marketing: R$ 477,00 fixos mensais

Faturamento médio mensal por unidade: R$ 60.000,00

Lucro médio mensal por unidade: 20% de lucratividade média

Prazo de retorno: 9 a 16 meses

Número de funcionários: a partir de 2 funcionários operando

Site: www.n1chicken.com.br

E-mail para contato: rafael@n1chicken.com.br e luiz@n1chicken.com.br