Header Ads

Últimas

Conheça franquias que não exigem dedicação integral e podem ser uma boa opção de segunda renda



*Por: Redação

Comandar o próprio empreendimento faz parte do sonho de muita gente, mas nem sempre é fácil abrir mão de um emprego estável para correr os riscos que essa independência traz.

Além das incertezas de saber se a empreitada vai dar certo ou não, sabe-se também que o início sempre é complicado, já que o retorno do investimento pode demorar meses e muita gente não tem reserva para se manter durante esse período.

O ideal então, é apostar numa oportunidade que funcione como uma segunda renda, onde as horas de trabalho não precisem ser integrais ou seguir os trâmites comerciais de horários.

Muitas redes de franquias apostam nesse tipo de franqueado, que não se dedica em tempo integral, mas ainda assim consegue ser um braço forte para a rede, mantendo sua unidade como um complemento de seus ganhos mensais.

Conheça algumas delas:


Tributarie - consultoria tributária especializada em recuperação de créditos pagos a maior ao Fisco. Possui 15 anos de know-how e oferece mais de 60 soluções fiscais a empresas de todos os regimes de tributação e diferentes segmentos de atuação. Em 2015 iniciou a expansão por meio de franquias com um modelo de negócio rentável que apresenta bom crescimento. Soma 153 unidades em todo o Brasil, não exige espaço físico, permitindo ao franqueado o trabalho home office e conciliação com outras atividades. Investimento inicial: de R$5 mil (home office) a R$50 mil (Prime). Faturamento médio do modelo home: R$66 mil. Faturamento depende da quantidade de trabalho gerada no mês.


Little Kickers - rede de origem britânica que reúne aulas de inglês e futebol para crianças. Com a ajuda de dois professores, um que fala apenas em inglês e o outro focado na área de Educação Física, os pequenos se divertem enquanto se exercitam, tanto fisicamente como mentalmente com o aprendizado do idioma e o desenvolvimento socioemocional. Em 2002 a rede foi fundada na Inglaterra e logo se espalhou por outros países que viram o potencial da franquia e sua metodologia. Investimento inicial: R$20 mil a R$45 mil. Faturamento médio: R$17 mil com lucratividade de 40 a 50%.


Quisto Corretora de Seguros - exige apenas um computador, internet e telefone em um espaço de até 4m2. A rede oferece modelo de negócio home based com baixo investimento e possibilita que o franqueado trabalhe em horários alternativos, facilitando a organização entre o trabalho fixo e o tempo consumido pela franquia. Fundada em 2012, em Belo Horizonte (MG), entrou para o franchising em 2018, após ser adquirida pela holding Encontre Sua Franquia. Com um plano de expansão acelerado, a empresa projeta alcançar 300 unidades em 2020 distribuídas em todo o Brasil. Investimento inicial: de R$17 mil (home) a R$30.600,00 (loja). Faturamento médio: R$50 mil (modelo home), com lucratividade de R$7 mil.



Taki - startup em modelo de franquia, é um aplicativo de compras com foco no varejo em geral para as cidades do interior, que atende uma ampla gama de setores, como supermercados, hortifrutis, farmácias, floriculturas, distribuidoras de bebidas e de gás, petshops, açougues, lanchonetes, restaurantes, entre outros. Com mais de 150 mil itens já cadastrados para venda e mais de 20 mil downloads, tem como objetivo levar aos municípios pequenos e médios – até 200 mil habitantes – as mesmas facilidades trazidas às grandes metrópoles por plataformas já tradicionais. Investimento inicial: R$ 58.612,00. Faturamento médio: R$27.500,00 com lucratividade de R$14.288,00.


Dídio Pizza - com mais de 25 anos de história e especializada em delivery de pizzas, a marca é reconhecida pelos recheios generosos e conta em seu cardápio, com 45 sabores de pizza salgadas e 8 de sobremesa. Todas produzidas de maneira artesanal, com ingredientes frescos e selecionados. A rede contabiliza venda anual de 510 mil pizzas e faturamento atual de R$ 30 milhões. Todos os meses entrega cerca de 45 mil pizzas em suas unidades. Por ter uma operação 100% delivery, a Dídio Pizza tem como embaixadores, seus entregadores - hoje são mais de 200, que são treinados para atender os clientes de acordo com o padrão de qualidade estabelecido pela própria marca. Investimento inicial: R$265 mil. Faturamento médio: R$81 mil com lucratividade de 12%.