Header Ads

Últimas

Franquia virtual atrai interessados em negócios de baixo investimento

Custo benefício e vantagens do home based também são atrativos de redes que operam online

Por: Redação

As primeiras redes de franquias virtuais chegaram ao Brasil no ano 2000, mas foi só em 2007 que começaram a ganhar visibilidade. Hoje, as franquias que operam exclusivamente pela internet conquistam o mercado devido ao baixo custo, boa lucratividade e rápido retorno de investimento.
O fato de não necessitar de uma sede física para iniciar o negócio, não havendo gastos com instalações, faz com que a franquias sejam mais acessíveis. Ser home based também é um dos maiores atrativos do negócio, a flexibilidade de horário e o não deslocamento são requisitos analisados por quem busca um negócio próprio.

Muitos optam por franquias virtuais como segunda fonte de renda, trabalhar em casa e online é vantajoso para quem já possui um emprego. Um exemplo de franquia virtual é a Ahoba Viagens, rede de turismo que funciona 100% online.

A marca capacita pessoas comuns a se tornarem consultores de viagens e comercializarem com rentabilidade e extrema competitividade Aéreo, Hotel, Pacotes, Seguro Viagem, Cruzeiros marítimos e aluguel de carro, além dos produtos off-line (forfait, circuitos rodoviários, ingressos, entre outros). Outra vantagem é poder fechar negócios de qualquer lugar, dia e horário usando a plataforma exclusiva da Ahoba Viagens no notebook, tablet e smartphone.

A agência conta com uma tecnologia de ponta e inova constantemente para melhorar e dar mais qualidade a seus franqueados. Cursos, vantagens, portal personalizado, marketing, informes com promoções, suporte emergencial, assessoria contábil, são alguns dos serviços oferecidos pela rede.
À procura de uma oportunidade de estar à frente do próprio negócio e trabalhar em casa, Giselle Menezes, que atuava no setor de bagagens extraviadas de uma companhia aérea, decidiu investir em uma unidade Ahoba Viagens. Hoje, com três anos de operação, tem um lucro acima do esperado.

“Eu queria seguir no mercado de turismo, mas vendendo viagens. Trabalhar em casa sempre foi um sonho e a oportunidade de baixo investimento me fez arriscar e investir. Hoje ganho mais com a agência do que quando trabalhava em um emprego formal”, conta a franqueada, que chega a vender R$80 mil por mês em média faturar em torno de R$5mil. “Em alguns meses, chego a vender R$100 mil e já faturei R$6.500,00, conta Giselle.

Ter alguns benefícios e facilidades na operação de uma franquia virtual, não significa que seja mais fácil e cômodo do que ter uma franquia com sede física. Quem optar por uma unidade online terá que fazer um bom serviço de marketing e conquistar clientes tanto na web, como fora dela. Afinal, network é tudo.