Header Ads

Últimas

Microcamp retoma expansão de franquias em 2019 com crescimento de 25%



Por: Redação

Para voltar a expandir sua rede de franquias de escolas de informática e inglês, num momento difícil da economia brasileira, a solução da Microcamp no início de 2019, foi desenvolver um modelo de negócio mais enxuto, econômico e viável. Onze meses depois do lançamento do modelo Smart, a marca conclui que tomou a decisão acertada: está com dez escolas em fase de montagem (incluindo uma unidade própria), o que significa 25% de crescimento Para 2020, a projeção é ainda mais ambiciosa, com a abertura de mais 20 unidades.

O formato tem despertado interesse de investidores com diferentes perfis: tem pequenos e médios investidores, há antigos franqueados que têm escola no modelo antigo e querem experimentar o novo, e até diretores da empresa que decidiram empreender.

Enquanto o modelo antigo tinha um investimento inicial de cerca de R 500 mil e era montado em regiões centrais de cidades de médio e grande porte, e comportava milhares de alunos, sendo necessárias 120 matrículas por mês, o atual pode ser instalado em municípios a partir de 100 mil habitantes. "São escolas pequenas, com no máximo 8 funcionários e capacidade para 800 alunos, com necessidade de 30 matrículas (mínimo) por mês para atingir as metas de faturamento propostas, o que facilita a operação" avalia Davi Tuffi, CEO da Microcamp.

De acordo com o diretor, o investimento inicial baixo (entre R 70 e 120 mil), o ponto de equilíbrio já no 6º mês de operação (em média), o retorno do investimento em torno do 18º mês e o lucro líquido de, no mínimo, R 30 mil por mês, são os principais atrativos que estão garantindo o sucesso do novo modelo.

Além disso, a marca não cobra taxa de publicidade, tem royalties de 2%, considerado baixo, e facilita o pagamento da taxa de franquia. Com essas facilidades, calcula Tuffi, a expectativa é que a marca esteja presente nos 26 estados e em todas as cidades com mais de 100 mil habitantes nos próximos 10 anos. As cidades onde as escolas estão sendo instaladas são: Araçatuba-SP, Araraquara-SP, Belo Horizonte-MG, Campinas-SP (já inaugurada), Fortaleza-CE, Guarapuava-PR, Pindamonhangaba-SP, Rio de Janeiro-RJ (Santa Cruz e Taquara) e Votuporanga-SP.