Header Ads

Últimas

Por que internacionalizar sua empresa?



*Por Renato Alves

O desenvolver de qualquer empresa depende de que o mercado ofereça as condições necessárias à expansão dos negócios e crescimento do faturamento. Quando isso não acontece, em decorrência de diversas razões, a internacionalização é uma alternativa a se considerar. Com a cobrança de novos mercados, desafios e novas culturas, a chance de estagnação por conta de cenários contrários diminui significativamente, pois deixa de depender exclusivamente de um único público ou região geográfica. A abertura para absorver o conhecimento no exterior pode facilitar uma imagem positiva da corporação dentro e fora do Brasil.

O comércio exterior parece um objetivo distante para muitos empresários, talvez por desconhecimento, pela sensação de dificuldade de sucesso nas operações ou mesmo pela tão evidente burocracia brasileira. No entanto, todas essas condições podem ser facilmente superadas ao passo que o empresário se familiarize com o comércio exterior e, principalmente, conte com uma boa assessoria e consultoria para condução de seus negócios.

A dinâmica de internacionalização assume uma importância fundamental para a competitividade das empresas. O comércio internacional é um mundo de oportunidades, seja na exportação ou na importação. Apesar de ser um desafio, acredito que a sua organização deveria experimentar as vantagens de estar inserida na lista de empresas mundiais, independente do seu tamanho. Nunca subestime a sua marca! Se preparando adequadamente, é possível pensar de forma global.

Com a internacionalização, você evita sazonalidade regional, valoriza o seu negócio perante o setor e sob os seus concorrentes, ganha em escala e conhece novos produtos e/ou serviços em um mercado distinto do que está acostumado. Muitas vezes é possível uma redução tributária significativa com a exoneração de alguns impostos, assim como linhas de créditos mais vantajosas.

Não existe simplicidade neste processo. É necessário planejamento, capacidade de adaptação e muito foco. Porém, em longo prazo, talvez o mais arriscado seja não se internacionalizar.


*Renato Alves é Diretor de expansão da Bicalho Consultoria Legal, empresa especializa em migração, internacionalização de negócios e franquias.