Header Ads

Últimas

Estética facial segue em crescimento: rede especializada fatura R$ 16 milhões em apenas um ano no franchising


A busca por um estilo de vida mais saudável e uma aparência mais jovem tem sido um dos principais motivos da crescente demanda por procedimentos minimamente invasivos, como toxina botulínica e fios de sustentação

*Por: Redação

De acordo com a Pesquisa Estética Global, realizada anualmente pela Sociedade Internacional de Cirurgia Plástica Estética (ISAPS), o Brasil é o segundo país que mais faz procedimentos estéticos, ficando atrás apenas dos Estados Unidos. O mais recente estudo, divulgado em novembro de 2019, aponta um aumento geral de 5,4% nesses tipos de tratamento, em 2018, comparado ao ano anterior.

Os métodos não invasivos são os mais procurados, em alternativa às cirurgias plásticas, registrando um crescimento de 10,4%, mundialmente. No Brasil, dos mais de dois milhões de procedimentos estéticos feitos em 2018, as técnicas não cirúrgicas corresponderam a 770 mil.

Comprovando essa tendência, a Royal Face, rede especializada em harmonização facial, registrou um aumento médio de 20% na procura pelos tratamentos, nos últimos três meses de 2019. As clínicas somam 80 mil clientes atendidos e mais de 100 mil procedimentos estéticos realizados, desde o início das atividades da matriz, em Curitiba (PR), em 2015.

Com início no franchising em novembro de 2018, a marca teve um faturamento de R$ 16 milhões no fechamento do ano passado, somando 62 unidades comercializadas. Para 2020, a meta é ultrapassar 120 franquias em todo o país, com 90 clínicas em atuação. A perspectiva de investimentos para expansão é de R$ 18,750 milhões nesse período.
Estamos muito satisfeitos com os resultados deste primeiro ano de franquia. Nosso foco sempre foi a excelência no atendimento, alta qualidade dos produtos e preços acessíveis. Além disso, oferecemos flexibilidade de pagamento por diferentes meios, como cartões de crédito e o Carnê da Beleza, que é exclusivo da nossa rede e permite o parcelamento em até 24 vezes. Esses foram os diferenciais que conquistaram nossos parceiros em várias regiões do Brasil 

Andrezza Fusaro, sócia-fundadora da Royal Face.

A rede possui mais de 40 tipos de procedimentos, com destaque para toxina botulínica, preenchimento com ácido hialurônico e fios de sustentação -- que proporcionam o conhecido efeito lifting --, além de microagulhamento, Skinbooster, peeling, clareamento de melasma e secagem de vasinhos. "Levamos a harmonização facial para um público que não tinha acesso, especialmente, a tratamentos tão desejados como a toxina botulínica, o preenchimento e os fios de sustentação", declara a empresária.

Atualmente, a Royal Face está presente em seis estados (SP, PR, RS, SC, GO e MG) e continua expandindo, com unidades em fase de implantação em cinco capitais do Nordeste -- Aracaju (SE), Fortaleza (CE), João Pessoa (PB), Recife (PE) e Salvador (BA). "Nossa marca e modelo de negócio têm sido um sucesso, e essa confiabilidade é refletida no reconhecimento dos nossos parceiros. Hoje, 80% dos franqueados possuem mais de uma unidade da Royal Face. Com nossa meta de expansão, vamos dobrar o número de clínicas até final de 2020 e incrementar o mercado de trabalho em todas as regiões de atuação, chegando a aproximadamente 1.000 colaboradores na rede."

Como franqueadora, a Royal Face oferece todo o suporte para o negócio, com atuação junto ao franqueado para montagem da estrutura física, equipes, aprimoramento de vendas, atendimento, gestão do negócio, operação e planejamento comercial. "Além disso, todos os colaboradores recebem treinamentos em suas respectivas áreas, de forma contínua e com suporte diário. Garantimos, assim, a padronização dos serviços com um atendimento de alta qualidade", finaliza Andrezza.

Site: www.royalface.com.br