Header Ads

Últimas

Arena Baby aposta em expansão em espiral para crescimento da marca de maneira organizada



A expectativa da rede é de vender 35 unidades e fechar o ano com faturamento de R$30 milhões

*Por: Redação

Franquear um negócio é um passo importantíssimo para quem deseja crescer empresarialmente. Através de novas unidades, uma empresa consegue explorar novos mercados e consumidores. A fórmula de expandir de maneira rápida pode dar certo em muitos casos, tanto é que enquanto 5% das franquias fecham as portas em até 24 meses após sua inauguração, a taxa de mortalidade de empreendimentos próprios gira em torno de 23%, de acordo com dados do Sebrae e da Associação Brasileira de Franchising (ABF).

Por outro lado, o crescimento desenfreado de unidades pode fazer com que uma rede caminhe do sucesso ao fracasso em pouco tempo, por isso, muitas redes decidem pela modalidade “expansão em espiral” para crescer com cautela e de maneira gradual.

Acreditamos que dessa forma conseguimos avançar mapeando locais mais próximos e tornando a expansão mais eficiente do ponto de vista estratégico para ocupação do mercado. Assim diminuímos custos com logísticas e ter maior eficiência na comunicação com rede

Pedro Cruz, Gerente de Expansão da Arena Baby.

Como o caso da Arena Baby, rede de franquias de brechó infantil, fundada pelos irmãos Giovanna Domiciano e Flávio Thenorio. Em 2015, a loja começou virtualmente e logo os fundadores perceberam que havia um potencial diferente para o empreendimento.

Em 2016 a Arena Baby ingressou no franchising e após 2 anos, percebeu que era possível fazer alguns ajustes para tornar o negócio mais atrativo para o potencial franqueado. “Hoje nosso investimento inicial passou de R$250 para R$159 mil e o faturamento continua sendo o mesmo para os franqueados, os ajustes foram ótimos para atrair novos investidores”, comenta.

Além da redução no valor de investimento, a marca começou a investir na expansão em espiral – que consistem no crescimento a partir de um ponto, afastando-se gradativamente. A rede procura sempre abrir unidades em regiões próximas à matriz e, desta maneira, vai ganhando força no segmento.

“Enxergamos essa como a melhor estratégia a ser usada, pois ao crescer em espiral fortalecemos nossa marca de forma organizada, difundindo o conceito de dentro para fora, ou seja, fortalecendo o mercado local”, comenta Pedro.

O foco inicial da Arena Baby é o sudeste do país. “Queremos atingir todo o país, mas nosso maior esforço está no sudeste brasileiro e capitais e demais regiões com mais de 100 mil habitantes. Porém, estamos abertos para conhecer qualquer candidato que se enquadre nas visões da Arena Baby”, afirma.

A rede é atrativa tanto para investidores quanto para o consumidor final, pois a maior parte dos produtos à venda são 40 a 70% mais barato que nas lojas convencionais e o faturamento de uma unidade pode chegar à R$ 60 mil mensais. As peças passam por uma avalição minuciosa, onde será verificado se há manchas ou qualquer outra avaria. Também é possível encontrar produtos novos na loja e todos eles são identificados por tags recicláveis.

Nos preocupamos muito com a preservação do meio ambiente, em diversos detalhes. Evitamos sacolas plásticas, utilizamos tags recicláveis, além claro que ao reutilizar as peças e deixar novos produtos na loja, o cliente também estará ajudando uma outra família que estará comprando item de qualidade com valor bem abaixo do mercado

Para 2020, as expectativas são as melhores, a marca pretende aumentar a estrutura interna da franqueadora, aumentar os investimentos na marca e expansão, além da implementação do aplicativo que já está em fase final de desenvolvimento. "Queremos comercializar 35 novas unidades e chegar nos R$ 30 milhões no faturamento”, finaliza.