Header Ads

Últimas

Cansado de emprego em multinacional, ele fatura mais de R$ 700 mil por ano com segurança eletrônica

André Augusto trabalhou por anos na administração de grandes empresas. Mas há dois anos resolveu apostar na SuperSeg, franquia especializada em segurança eletrônica

Por: Redação

Depois de trabalhar por muitos anos em empresas multinacionais, André Augusto Prestes, 48, pós-graduado em Administração pela Fundação Getúlio Vargas (FGV), viu em seu último emprego formal uma oportunidade de negócio promissora, ao se deparar com o setor de segurança eletrônica no Brasil. Então, decidiu investir em uma franquia e hoje fatura cerca de R$ 720 mil por ano com a SuperSeg Brasil.

“No Brasil, ainda é tudo muito novo, estamos engatinhando com algumas coisas, em comparação com outros países. Mas com a popularização dos equipamentos de segurança isso vai crescer muito”, revela o franqueado da rede que abriu a unidade em Sorocaba, interior de São Paulo, há quase dois anos.

As expectativas de mercado apontam para uma melhora ainda maior. Segundo a Associação Brasileira das Empresas de Sistemas Eletrônicos de Segurança (Abese), o mercado cresce em média 8% ao ano, mas em 2019, chegou aos dois dígitos e registrou um aumento de 10%, com um faturamento bruto de mais de R$ 7 bilhões.

A abrangência dos números faz com que o empreendedor seja otimista e coloque metas ainda mais ousadas para os próximos 12 meses. Com o sucesso da sua primeira unidade, a parceria entre André e a SuperSeg Brasil irá se expandir por outras cidades. 

“Queremos dobrar o faturamento da loja que já temos em operação agora em 2020. Além disso, já estamos em negociação com os responsáveis da franqueadora para a abertura de mais duas unidades”, celebra.

Um outro ponto positivo é que o mercado de franquias também está em alta. De acordo com o último levantamento prévio de dados da Associação Brasileira de Franchising (ABF), o faturamento do setor cresceu 6,9% em 2019, frente ao ano anterior e deve chegar a R$ 186,9 bilhões.

“Com esse bom momento e com as conversas já em estágio avançado, estamos observando outros pontos comerciais para a abertura das nossas novas lojas. Nossa preferência é por cidades vizinhas aqui da região que já atuamos. Acredito que teremos novidades em breve”, finaliza André.