Header Ads

Últimas

COVID 19: COMO LIDAR COM A SITUAÇÃO?

Mahogany adota série de medidas para driblar período de crise

Por: Redação 

Com a rápida propagação do Coronavírus, empresas dos mais variados segmentos têm buscado alternativas para se manterem ativas no mercado e minimizarem os impactos causados pela pandemiaEsse é o caso da Mahogany , marca especializada em produzir e comercializar a mais completa linha de cosméticos de alto padrão do país. Mesmo com a fábrica operando em 60% da sua capacidade habitual, a empresa vem reforçando a linha de produção de antissépticos e bactericidas após anúncio da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA), que liberou a fabricação e comercialização dessas preparações sem autorização prévia. "Com a finalidade de oferecer à população mais soluções voltadas para higiene, resolvemos intensificar a nossa produção para tentar suprir parte dessa demanda que vem crescendo dia após dia", informa Brian Drummond, Gerente de Marketing da empresa.
Na fábrica, a marca tem reforçado os procedimentos de segurança e aumentou o cuidado em todas as partes do processo, desde a elaboração do produto até o momento em que ele vai para dentro dos caminhões. "As transportadoras com quem trabalhamos também aumentaram o rigor nos padrões de manipulação, diminuindo assim qualquer risco de contaminação", completa Brian.
E, como forma de evitar o contágio, desde o dia 24 de março, o Governo determinou que os comércios não essenciais obedeçam ao período de isolamento. Com isso, a Mahogany viu o seu faturamento na loja online quadruplicar e, embora a busca por álcool em gel ainda seja o foco principal, itens de perfumaria e cuidados pessoais também passaram a estar ainda mais presente no carrinho de compras.
"A venda por delivery também tem sido uma alternativa para nossos franqueados, que tiveram de fechar seus estabelecimentos por conta da quarentena. Dessa forma, a entrega de produtos é feita via portador diretamente na casa dos consumidores", explica Brian. Para auxiliar nessa etapa, a franqueadora passou a disponibilizar uma série de informativos, que orientam cada operador sobre como devem atender aos seus clientes, de forma pertinente e de acordo com as preferências de cada um.
Por fim, outra medida adotada pela empresa é a negociação de prazos mais longos para pagamentos com seus fornecedores, de forma que os valores possam ser repassados para as franquias para evitar problemas em caixa. "Sabemos que o momento exige cautela e prevenção, mas estamos mantendo a calma e buscando alternativas que minimizem todo esse impacto para que possamos sustentar nossa rede de vendas", conclui Brian Drummond.