Header Ads

Últimas

Digitalização das farmácias é essencial minimizar os impactos financeiros do coronavírus, aponta Farmácias APP



Apesar de as farmácias permanecerem abertas, consumidores optam cada vez mais pelas compras on-line para evitar contato social
Por: Redação
Em meio ao isolamento gerado pela pandemia de COVID-19 (doença transmitida pelo coronavírus), fazer compras no varejo físico parece uma realidade cada vez mais distante. Tentando evitar a contaminação, consumidores optam por fazer cada vez mais compras online – e isso inclui os itens de farmácia. Dados da Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABComm), em parceria com o Compre & Confie, apontam um crescimento de 111% nas compras online de produtos de saúde em fevereiro e março de 2020 em relação ao ano passado.
Diante desse cenário, o Farmácias APP, aplicativo de vendas online de saúde e beleza, reforça a importância da transformação digital do setor como forma de diminuir perdas e ampliar as oportunidades de venda por meio do e-commerce.
Segundo a companhia, a digitalização das farmácias no Brasil está em um momento de expansão exponencial, em que os lojistas entendem a necessidade de estar presente no e-commerce e já começam a buscar maneiras de viabilizar esse investimento.
Para Renata Morais, profissional de marketing do Farmácias APP, lojas que não têm nenhum tipo de presença digital podem contar com plataformas robustas, capazes de atender às necessidades delas como pontapé inicial para o e-commerce. “Boas oportunidades estão em marketplaces e aplicativos, por exemplo. Eles já contam com uma estrutura inteiramente preparada e que facilita a vida de empresários, especialmente daqueles que ainda não têm recursos suficientes para estruturar o próprio site”, destaca.
Outro benefício da digitalização do mercado farmacêutico é a tendência de o consumidor gastar mais no e-commerce, tendo uma cesta de compras programada e com maior organização. Além disso, a loja online proporciona um crescimento nas vendas em horários que geralmente possuem pouco fluxo nos pontos de venda físicos.
“A loja digital é mais um canal de vendas, com a possibilidade de atender ainda mais consumidores por meio de delivery, entrega expressa ou envio pelo correio. Outro benefício são as compras com retirada em loja, que têm se mostrado tendência nas farmácias ao ampliar os seus negócios, ao mesmo tempo em que organizam o fluxo de clientes e reduzem filas”, conclui.