Header Ads

Últimas

Devido a alta demanda do segmento de limpeza, Jan-Pro vende 11 franquias durante a pandemia



Por: Redação

O Governo estima um aumento de 150 mil no número de pessoas desempregadas em razão da crise causada pelas medidas de enfrentamento da Covid-19 no Brasil, além disso, pelo menos 600 mil micro e pequenas empresas fecharam as portas, segundo o Sebrae. Embora o momento seja crítico por conta do isolamento social e da paralisação de diversas atividades e do comércio, algumas pessoas têm encontrado no franchising uma forma de continuar trabalhando.
Só neste mês de abril, a Jan-Pro, franquia de limpeza comercial, sentiu sextuplicar o número de contatos de pessoas interessadas em investir na rede que é especializada em limpeza comercial, o que resultou em onze novas unidades. Os novos franqueados receberam o treinamento e já começaram operar, mesmo durante a pandemia, já que a rede também sentiu um aumento de 300% nas solicitações pelo serviço de limpeza e desinfecção.  
“As empresas perceberam a importância da limpeza como aquela voltada para saúde e não mais apenas para a aparência do ambiente”, explica Renato Ticoulat, master-franqueado da Jan-Pro no Brasil. “Com isso, tivemos um aumento considerável de pedidos de limpeza, principalmente de empresas que reconhecem que este tipo de serviço deve ser executado seguindo procedimentos e normas de segurança adequados, além, claro, de utilizar produtos e equipamentos certificados e que garantem eliminação de vírus e bactérias, principalmente o coronavírus”, completa. Essa é uma das especialidades da rede, que promete a desinfecção de 99,99% das superfícies, utilizando sua tecnologia exclusiva.