Header Ads

Últimas

Pandemia: empresário cria rede virtual de pizzaria com investimento de apenas R$ 499

Alternativa de renda para microempreendedores exige baixo investimento e permite trabalho totalmente virtual, de casa, com delivery


Jimmy Peixoto: novo modelo de negócio para pequenos investidores

*Por: Redação

A partir de agora já é possível abrir o próprio negócio com apenas R$499 e trabalhar com delivery sem sair de casa. É com esse modelo de negócios que o empresário Jimmy Peixoto abre ao mercado a oportunidade de uma franquia, totalmente virtual, para delivery de pizzas com foco em vendas nos bairros de todo o Brasil.

O empresário desenvolveu um formato de delivery de pizza que só exige acesso à internet e fazer o contato com as pizzarias já existentes no bairro onde o empreendedor mora. O objetivo é ajudar as pessoas que estão perdendo emprego nessa fase de pandemia do Coronavírus (Covid-19) ou aqueles que querem investir no próprio negócio com baixo valor de investimento, além de ajudar pequenas pizzarias locais a aumentarem suas vendas.  

Para iniciar uma unidade da “Pizza do Bairro” (http://pizzadobairro.com.br/) o interessado precisa de apenas R$ 499, fazer o cadastro na plataforma, que tem um sistema próprio, e mapear as pizzarias existentes em seu bairro para cadastrar uma delas como parceira. Esta será responsável apenas pela produção das pizzas, já que o motoboy é próprio da “Pizza do Bairro”. O microempreendedor faz a gestão das vendas e precisa ter um CNPJ (podendo ser inclusive MEI), bem como um número de WhatsApp e conta em banco.

“Há algumas regras, porque todos precisam ganhar, especialmente num momento como esse. Então, a pizzaria mantém seu preço de venda, aumentando a capilaridade de atuação. E o microempreendedor vai ganhar com base na diferença de preço entre valor de venda da pizzaria e o que vai ser comercializado na plataforma. Nosso ganho será apenas com o investimento de R$ 499 de cada um que abrir uma unidade, este que terá também um pagamento mensal de R$ 499. Como o valor pago à Pizza do Bairro é fixo e não por comissão de vendas, como normalmente os aplicativos de delivery fazem, os ganhos serão muito maiores para quem tem a pizzaria e para quem vai abrir a unidade. A rede virtual será responsável por toda a parte de comunicação e marketing digital dos negócios. No entanto, o marketing local, como panfletos e falar com os condomínios, é por conta do cada empreendedor”, explica o empresário Jimmy Peixoto.

A expectativa de faturamento para cada unidade, segundo Jimmy, é de até R$ 50 mil por mês e vendas de até mil pizzas. Além disso, uma das principais vantagens é que não exige investir em reformas, compra de fornos ou aluguel de ponto para abrir o próprio negócio. Isso porque o microempreendedor fará o controle das vendas de maneira virtual e a pizzaria, que já possui uma estrutura pronta, entra na parceria aumentando a atuação e, consequentemente, as vendas. O estabelecimento, explica o empresário, só precisa se comprometer a entregar a pizza em até 20 minutos e usar uma caixa padrão, que deve ser branca e sem logotipo.

Os interessados em abrir o próprio negócio só precisam acessar o site da “Pizza do bairro” (http://pizzadobairro.com.br/) e fazer o cadastro ou entrar em contato pelo telefone 11 - 96957-6648.