Header Ads

Últimas

Da lavoura de café, a fundador da primeira rede de franquias de consultoria em Crédito Rural


Com três unidades em funcionamento, a rede atende mais de 3 mil clientes, mostrando ser um enorme sucesso em seu ramo

Por: Redação 

Romário Alves cresceu em Piaçu, distrito de Muniz Freire, no Espirito Santo. Estudou em escola pública e aos 13 anos, começou a trabalhar com seu pai, produtor rural, nas lavouras de café. Quando completou 15 anos, decidiu abandonar os trabalhos da roça e foi trabalhar como vendedor de balcão em uma loja de Agropecuária. Aos 18 anos, ingressou na escola Agrotécnica Federal em Alegre (antiga EAFA), no Espirito Santo. Em 2006, se formou como técnico em Agropecuária e um ano se especializou em Cafeicultura. No início do ano de 2008, começou a trabalhar como consultor na área, na cidade de Divino, em Minas Gerais para uma empresa de insumos Agrícolas.

 

Em 2013, se formou como Tecnólogo em Processos Gerenciais pela Universidade Castelo Branco (UCB) de Belo Horizonte, Minas Gerais através Polo Universitário Instituto Educar da cidade de Divino-MG.

O trabalho de consultoria repercutiu muito na região fazendo com que o mesmo ficasse muito conhecido. Com isso através de um convite, veio a firmar uma parceria com o Banco do Brasil da cidade. “Romário ao receber tal convite, aceitou na hora, sem se quer saber dos ganhos”, comenta o empresário.

 

 Então ele ingressou no ramo empresarial e fundou a Piaçu Consultoria Rural, onde o principal objetivo era prestar serviços de crédito rural e consultoria agronômica a produtores de café na região de Divino, em Minas Gerais. Mais tarde, outros bancos como Caixa Econômica Federal, Cooperativa de Crédito Cresol e Cooperativa de Crédito Sicoob, também firmaram acordos com a empresa.

 

Com o sucesso do negócio, Romário decidiu montar uma filial em Espera Feliz, Minas Gerais, porém, não saiu como esperado, pois ele não podia estar presente com frequência. Isso acarretou em prejuízo, mas trouxe um grande aprendizado. “Gado não engorda sem o olho do dono”, enfatiza. Comigo não foi diferente, então, fiz disso uma oportunidade e transformei o negócio em franquia.

 

Por motivos de registro da Marca no órgão INPI, houve a necessidade de mudança do nome, devido ao nome Piaçu já haver dono, surgiu então, a Sonhagro, sendo a primeira rede de consultoria em crédito rural.

 

 

No final de 2019, inaugurou uma filial, agora na cidade de Muniz Freire, no Espirito Santo, sua cidade natal e logo nos primeiros meses, o resultado foi incrível. “Com o sucesso dessa segunda unidade, tive a certeza que poderia investir no modelo de franquias”, comenta o empresário. Em 2020, a Sonhagro entra para o Franchising.

 

 

A rede possui um modelo padronizado e inovador de trabalho, suporte técnico, treinamento, credenciamento nas principais instituições de crédito rural no Brasil, sistema próprio de gestão das unidades e estratégia de marketing local e nacional para captação de clientes e fortalecimento da marca. Fazendo assim, ser uma ótima opção para se investir.

 

Atualmente, são três unidades em funcionamento, em Divino (MG), Espera Feliz (MG) e Muniz Freire (ES). No total, a marca realiza cerca de 250 atendimentos mensais e conta com mais de 3 mil clientes.

 

A expectativa é de fechar 2020 com o faturamento de R$300 mil reais e abrir cerca de 80 novas unidades em dois anos.

 

Ficha de Investimento:

Investimento Inicial: De R$15.000 a R$ 55.000

Faturamento Médio Mensal: até R$ 40.000

Lucro Médio Mensal: R$ 6.000,00

Taxa de Franquia: De R$ 9.990,00 a R$ 19.990,00

Royalties: 13% a 20%

Marketing: 2%

Retorno do Investimento: 6 a 18 meses

Número de Funcionários: 1 a 3

Contrato: 4 anos

Área da Unidade: 7,5 m x 3,15 m

Email: contato@sonhagro.com.br

Telefone: (32) 99957 – 4443

www.sonhagro.com