Header Ads

Últimas

Criada durante a pandemia, rede de franquia Marketing Bag já conta com 13 unidades comercializadas

 

Estreante no franchising, a microfranquia superou as expectativas por possuir baixo investimento e alta lucratividade

Por: Redação

Com a pandemia causada pelo novo coronavírus, o consultor de franquias André Jácomo se deparou com diversos clientes cancelando seus serviços por dificuldades financeiras. “Me vi diante da necessidade de buscar ações e opções de sobrevivência e foi a partir daí que tirei do papel um projeto que já estava mentalizando”, comenta.

Foi assim que nasceu a Marketing Bag, rede de franquias de publicidade em sacos de pão ecológicos. A proposta central da marca é conectar de maneira assertiva e duradoura a publicidade e o consumidor final. “Já possuo conhecimento de microfranquias – inclusive por formatar algumas marcas – e também conheço o mercado de publicidade que cresce cerca de 9% ao ano. É um mercado de oportunidade”, afirma Jácomo.

Com um modelo de negócio home based, a rede possui fácil implementação e atuação em um mercado de alto potencial, garantindo retorno rápido e boa rentabilidade. “É necessário apenas um funcionário para a operação, hoje todos os nossos treinamentos são efetuados online e, também, utilizamos e-mail e WhatsApp para sanar qualquer demanda que possa surgir”, comenta. 

Os franqueados da marca investem na venda de produtos certificados, saquinhos 100% biodegradáveis produzidos com tintas e colas atóxicas. “Nos preocupamos com o ambiente em que estamos inseridos, oferecendo oportunidade de alta exposição da marca do cliente por um preço atrativo, colaborando com pequenas e médias empresas”, pontua o fundador.

Modelo de Negócio
Para adquirir uma unidade é preciso desembolsar R$ 5,5 mil e o faturamento médio mensal é de R$13,6 mil. E a dinâmica do processo do franqueado é atrativa e comercial. Sem a necessidade de instalação de ponto comercial ou contratação de funcionário, o franqueado precisa apenas de um computador, impressora, acesso à internet e telefone. O prazo de retorno do investimento é de apenas 4 meses. 

André conta que o primeiro passo é efetivar parcerias com as padarias na região de atuação, para que elas recebam gratuitamente os saquinhos, logo após isso, o franqueado começa a prospectar as vendas de anuncio. “Esse é um trabalho mensal, onde o franqueado faz o faturamento. Nós damos todo o suporte quanto as artes, diagramação e confecção dos saquinhos”, conta.

Para criar a marca, o empresário conta que investiu e torno de R$ 50 mil. “Nossa meta era fechar 2020 com 10 unidades comercializadas, hoje já contamos com 13 e já possuímos franqueados multiunidades”, finaliza. A meta da Marketing Bag é finalizar 2020 com 20 unidades comercializadas.