Header Ads

Últimas

Ter uma franquia como segunda renda é uma opção segura para quem deseja um ganho extra

 Com modelos de negócios baratos, marcas apostam em empreendimentos que podem ser operados durante meio período

Por: Redação

O segmento de franquias é bastante vantajoso por oferecer opções de redes que possibilitam ao franqueado ter uma outra fonte de renda. Isso porque algumas marcas podem ser operadas durante meio período. Modelos de negócios como o home based, por exemplo, proporcionam essa flexibilidade ao empreendedor.

Esse formato começou a ganhar visibilidade há mais ou menos 10 anos, e diversos segmentos conseguiram migrar para a modalidade: como seguros, finanças, educação e até mesmo o marketing. Por não precisar de uma loja física e não haver gastos com instalações, esse modelo se torna muito mais acessível para quem deseja ter seu próprio negócio.

Como no caso da Marketing Bag, criada por uma necessidade do fundador André Jácomo, a rede de baixo investimento conta com a vantagem de se trabalhar em casa e faturar a cima da média com publicidade em sacos de pão ecológicos. A proposta central da marca é conectar de maneira assertiva e duradoura a publicidade e o consumidor final.


 “Eu já possuía conhecimento de microfranquias – inclusive por formatar algumas marcas – e também conheço o mercado de publicidade que cresce cerca de 9% ao ano. É um mercado de oportunidade”, afirma Jácomo. Com um modelo de negócio home based, a rede possui fácil implementação e atuação em um mercado de alto potencial, garantindo retorno rápido e boa rentabilidade. “É necessário apenas um funcionário para a operação, hoje todos os nossos treinamentos são efetuados online e, também, utilizamos e-mail e WhatsApp para sanar qualquer demanda que possa surgir”, comenta.

Os franqueados da marca investem na venda de produtos certificados, saquinhos 100% biodegradáveis produzidos com tintas e colas atóxicas. “Nos preocupamos com o ambiente em que estamos inseridos, oferecendo oportunidade de alta exposição da marca do cliente por um preço atrativo, colaborando com pequenas e médias empresas”, pontua o fundador.

Para adquirir uma unidade é preciso desembolsar R$ 5,5 mil e o faturamento médio mensal é de R$13,6 mil. E a dinâmica do processo do franqueado é atrativa e comercial. Sem a necessidade de instalação de ponto comercial ou contratação de funcionário, o franqueado precisa apenas de um computador, impressora, acesso à internet e telefone. O prazo de retorno do investimento é de apenas 4 meses.

Outra rede que está presente nesse modelo de trabalho é a Sonhagro, rede de franquias especializada na consultoria de crédito rural, fundada em 2014, pelo empresário Romário Alves. Com um baixo financiamento e um faturamento acima da média, a rede é uma ótima opção para quem está pensando em investir em algo, mas não quer deixar sua profissão de lado.

Com esse modelo de negócio, o franqueado pode realizar todo o trabalho que a empresa solicita em sua casa, ele só precisa ter um computador com acesso à internet e um telefone para contato. Assim, o empreendedor, pode continuar trabalhando em seu emprego principal e ter a franquia como a sua segunda renda.

Provando ser um ótimo investimento, nos últimos seis meses, a Safra 2020/2021 teve um aumento de 19% na contratação de empréstimos rurais, com base nesse crescimento, é notável que o segmento de crédito rural está em expansão. Presente no mercado há 7 anos e com mais de 300 contratos comercializados apenas em 2020, a Sonhagro é uma das redes de consultoria de crédito rural que mais cresceu no mercado. Para realizar esse investimento, o empresário deverá desembolsar R$15 mil e poderá ter um faturamento de até R$40 mil em um prazo de retorno de 6 a 18 meses.